terça-feira, 30 de agosto de 2016

Louca paixão

Muitas pessoas não acreditam no amor verdadeiro. Devem ter sofrido alguma desilusão ou simplesmente não o encontraram. Com Arienne aconteceu sem que ela esperasse. Considerava-se muito jovem para assumir um compromisso. Tivera alguns namorados, mas, nenhuma paixão ardente. Queria apenas estudar e ter uma profissão para ser uma moça independente.
Saiu de casa com dezesseis anos para estudar fora, em outro estado. Mesmo recebendo ajuda dos pais, logo, arrumou um emprego de meio período como auxiliar, num escritório de contabilidade. Era muito esforçada, dedicada e conseguia conciliar o estudo com o trabalho.
Terminou o curso de administração e quis fazer inglês. Passou a trabalhar o dia todo e estudar a noite. Arienne fazia a mesma coisa que muitos jovens da idade dela. O que a diferenciava de muitos era que nada a satisfazia. Sempre queria algo mais. A sua determinação, às vezes assustava seus pais e afugentava seus namorados.
Resolveu fazer intercâmbio no exterior com algumas amigas e conseguiu juntar dinheiro para realizar seu sonho. Chegando ao Canadá ficou na casa de uma família muito simpática. O casal tinha um filho solteiro, um rapaz muito interessante. Arienne foi para estudar durante seis meses, ia fazer o curso numa escola excelente.
Alguns olhares começaram a ser trocados entre os dois, ela e o filho do casal, o Jad. Dois meses depois estavam completamente apaixonados. Formavam um bonito casal e uma paixão avassaladora os unia. Arienne começou a se preocupar com o tempo que estava passando muito rápido. Como seria quando tivesse que voltar para o Brasil?
Seu coração pedia para ficar e a razão dizia que teria que voltar para sua terra natal. No quarto mês em que estava lá e dois de namoro tomou a decisão. Escreveu uma carta aos pais e conseguiu convencê-los. Jad a pediu em casamento através da webcam. No início os pais dela mostraram-se contra aquela decisão repentina, mas acabaram cedendo a sua vontade.
Jad e Arienne casaram-se numa cerimônia simples e linda com poucos convidados. Os pais, alguns parentes e amigos mais chegados de Jad foram testemunhas daquela união. A família da noiva participou do casamento pelo Skype. Os noivos pareciam flutuar de tanta felicidade. Jad não se cansava de elogiar sua noiva. Ele era muito romântico.
Os pais da noiva, no fundo, sentiram por não estar presente no casamento da única filha. Ainda mais em saber que ela fora para estudar, por seis meses, e agora não voltaria mais para casa. Quando eles a veriam novamente? A distância que os separava era muito grande, eles conheceriam os futuros netos através da internet. O casal nunca tinha viajado de avião e agora que a filha escolhera morar tão longe teria que pensar na possibilidade.
Arienne, que buscava sempre mais, porque nada a satisfazia, conseguiu preencher a sua vida. Tanto profissionalmente, como no amor que encontrou num lugar onde jamais imaginaria. Ela se tornou uma mulher realizada.

24 comentários:

  1. uma linda historia de amor ,parabens

    ResponderExcluir
  2. Só vi nesse conto simplista, ambição de uma moça, seu desamor pela família e nenhuma louca paixão, só interesse...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua opinião é sempre bem vinda, Vera!
      Obrigada, beijos.

      Excluir
  3. Pois é, Cidália. Em partes, concordo com a Vera em relação Arienne, parece realmente que a ambição falou alto ali. Só uma segunda parte desse conto poderia realmente nos esclarecer isso. O fato dela ter se casado tão rápido ao ver o intercâmbio chegar ao fim, o casamento visto pelos pais somente pelo skype. Fiquei com pena deles, senti que mesmo que se posicionassem contra, ela se casaria do mesmo jeito.

    Atraentemente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Evandro, quem sabe ela uniu o útil ao agradável? Nesse caso, ela deu sorte em ter encontrado esse rapaz e a paixão ter nascido entre eles. Amor à primeira vista. Coincidência?
      Obrigada pelo comentário, gostei da sua opinião.
      Abraço!

      Excluir
  4. Coitados dos pais da Arienne! Eles devem ter ficado muito magoado de não terem participado de um dia tão importante e especial pra filha e pra eles.
    Mais infelizmente na vida real tem esse caso sim!
    Ótima história para refletir!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Raquel, ela não pensou neles, foi egoísta. Muitos jovens agem assim!
      Obrigada, que bom que você gostou!
      Beijos!

      Excluir
  5. Um pouco interesseira essa moça não? Não percebi muito amor não. Mas vc arrasa nos contos mulher.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Digamos, um pouco, talvez!
      Obrigada, Carla, beijos.

      Excluir
  6. Contos são importantes, pq refletem a realidade... Conheço um caso assim. É triste, não sei se é amor verdadeiro, mas né.. Quem sou eu pra julgar. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Jéssica, por mais que a gente não queira aceitar, às vezes a realidade nos surpreende!
      Obrigada pelo comentário, beijos!

      Excluir
  7. Bonito texto, gostei ... apesar de achar que ela tomou um decisão muito "precipitada", mas a vida acontece assim de bastidores em bastidores... Acredito que ela venha ao Brasil para visitar os pais e quando nascerem "os filhos" conheceram o país que a mae nasceu que é bem diferente rs. Parabéns por mais este conto, super beijo #Luma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luma, que bom que você gostou!
      Ela agiu por impulso e arriscou. Não pensou na família que ficou no Brasil!
      Obrigada, beijos!

      Excluir
  8. Nossa que conto é esse em ? Coitado dos pais dela rs. Adorei como sempre beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Mandy! Ela pensou apenas nela!!
      Que bom que você gostou, beijos.

      Excluir
  9. Linda história, acho que agora precisa juntar um dinheiro para os pais irem visitar ela né? Beijão

    ResponderExcluir
  10. Gostei da história. O mundo dá muitas voltas!!! Hoje a gente fala uma coisa, amanhã a gente paga com nossa lingua.

    ✯ Instagram ✯♮​✯ Blog Eu Sendo Assim ✯✯ Fan Page ✯

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso! Como diz o ditado: aqui se faz, aqui se paga!
      Obrigada pela visita, bjos!

      Excluir
  11. Interesseira , Ambiciosa, determinada e egoísta. Esses 4 pontos compõe a personalidade de Ariane, mas será que depois de encontrar o amor ela não tem a chance de mudar?, adorei o conto, beijos

    Taynara Mello | Indicar Livros
    http://www.indicarlivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você descreveu muito bem a personagem! Acredito na força do amor, tudo é possível!
      Obrigada pela visita, bjos!

      Excluir
  12. Eu vejo Ariane como uma pessoa bem determinada e certa do que quer. Imagino que ela também seja uma pessoa um pouco desapegada, faz o que pensa e o que tem vontade. É difícil para os pais, concordo, mas é natural que os filhos busquem o seu caminho. O importante é eles não perderem o vínculo e vamos ser sinceros, o fato dela morar em outro país, com certeza, vai mover os pais a experimentar novas experiências, como andar de avião, viajar para o exterior, coisa que do contrário não fariam. Adorei o conto.

    Abraço, Cidália.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu adorei a sua opinião, Leandro! Falando como mãe, sei que muitos pais gostariam que os filhos ficassem debaixo das suas asas. Mas, uma frase que ouvi de uma professora ficou gravada na minha memória: "não criamos os filhos para nós e sim para o mundo".

      Obrigada, abraço.

      Excluir