domingo, 20 de março de 2016

Entre a razão e o coração

Como diziam antigamente, quando a cabeça não pensa, o corpo padece (sofre)!
Depois de ter perdido o juízo e ter largado a esposa, sem nenhuma explicação, Afonso pegou o carro e foi atrás da moça que conheceu pela internet.
Enquanto dirigia só pensava no momento que a teria nos braços. Até aquele dia, ele a conhecia pela web cam. Apaixonara-se como um adolescente.  Aquela moça de olhos pretos e sorriso alegre, o enfeitiçara.
Por algum tempo, tentou pensar na família, na esposa e no casamento. Sua vida estava tranquila, os filhos crescidos. Bernadete era uma boa esposa e sempre se deram tão bem. Desde que casaram tornaram-se cúmplices e companheiros. Os filhos nunca lhes deram nenhum tipo de problema.
Quando, por acaso, começou manter contato com Mônica, pela internet, ficou dividido entre a razão e o coração. Ouvindo os conselhos dos amigos, a razão falava mais alto. Mas, quando pensava na Mônica, seu coração disparava, não conseguia pensar em mais nada.
Durante todo o tempo de casado ele foi um marido fiel. Só tinha olhos para a esposa. Conhecer Mônica mudou completamente a sua vida. Ele queria sentir novas emoções. Queria ter novas experiências. Queria senti-se jovem novamente! Perdeu completamente o juízo!
Só tomou a decisão de sair de casa, porque, não aguentava mais aquela agonia. Não queria magoar a esposa e a família. Ele chegou a pensar que como Bernadete era uma mulher bonita e cheia de qualidades, poderia encontrar alguém que a fizesse feliz.
Talvez o seu maior erro tenha sido abandoná-la numa data importante para a família, o Natal.
Quando Mônica pediu uma prova de amor, ele prometeu que passariam juntos a última semana do ano. Afonso já tinha tudo esquematizado. Iriam para uma cidade tranquila e ficariam num hotel fazenda. Durante aquela semana queria extravasar aquela paixão que estava consumindo-o. Teria Mônica somente para ele. Depois pensaria no futuro deles, o que fariam para sobreviver e onde fixariam residência.
Três horas e meia após uma viagem de muita reflexão, Afonso chegou ao local do encontro. Seu coração disparou ao ver a jovem esperando-o na calçada, com uma mala na mão. Nem sequer notou que a casa tinha aparência de abandonada. Desceu do carro e correu ao seu encontro. Trocaram um beijo apaixonado e um longo abraço.
Como era feriado, a rua estava deserta. Mônica escolheu aquele lugar exatamente por isso. Ela estava fugindo do ex-namorado, um rapaz violento. Ronaldo havia ameaçado matá-la se a pegasse com outro.
Para Mônica, Afonso foi um anjo que caiu do céu. Não importava que ele fosse bem mais velho que ela. Sua família era pobre e ela estava cansada de estudar e trabalhar. Os melhores momentos eram passados em frente ao computador que seu pai comprara de segunda mão. A internet era paga com o dinheiro que recebia, trabalhando, como garçonete numa lanchonete.
Assim como Afonso omitira o fato de ser casado, Mônica não contou sobre o ex. Para sua família falou que estava de férias e iria viajar com uma amiga. Mandaria notícias para a mãe quando estivesse bem longe dali.
Saíram dali alguns minutos depois da troca de carinhos e seguiram viagem rumo a nova vida. Uma vida de incertezas!
Uma união onde predominava a paixão e a insegurança. Afonso estava completamente apaixonado, porém, Mônica via nele um porto seguro.
Até quando duraria aquele relacionamento? Um relacionamento onde a razão foi vencida pelo coração. Onde a paixão falou mais alto que o amor que Afonso sentia pela família.
Mesmo sabendo que agira mal perante à esposa e os filhos, Afonso esperava que um dia eles o perdoassem.
Será que ele merece perdão?


34 comentários:

  1. Muito bom. Isso é uma coisa que acontece mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Que História? Nossa você Escreve muito bem...
    Amando seu blog!

    ResponderExcluir
  3. Mesmo sendo muito difícil, devemos perdoar e não carregar mágoas em nossos corações. O que não significa que devemos aceitar ele(a), em caso de um arrependimento. Para amar alguém devemos nos amar primeiro.
    Esse é meu ponto de vista.
    Muito bom este conto e sua indagação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei a sua opinião!! Concordo com você!
      Obrigada, abraços!

      Excluir
  4. Jogou fora o amor da família por uma paixão ,não sei se eu o perdoaria .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é um caso sério quando se trata de traição. Obrigada pela opinião!
      Bjs.

      Excluir
  5. Perdoar sempre, decidir o que for melhor
    li com carinho!

    www.haynhenemartins.com.br
    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É necessário o perdão para que não fique mágoas no coração!
      Obrigada, bjs!

      Excluir
  6. Perdoar é complicado, mas todos merecem uma segunda chance.
    e Afonso também merece

    Beijoss
    www.vidadesonhos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, concordo com vc! Obrigada pela visita!

      Beijos.

      Excluir
  7. Tenho preguiça de ler, tentei ir pulando as partes, mas esse texto é muito bom que me fez ler completamente haha.
    Ele merece perdão? Sim, todos nós merecemos.
    Mais abandonar uma família por causa de uma paixão não é algo muito certo pra se fazer, pois, sabe lá se vai ter futuro.

    www.mocaformosablog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, que bom que deixou a preguiça de lado, rsrsrsr! Pois é, muitas vezes as pessoas não pensam nas consequências.

      Beijos!

      Excluir
  8. Adoro seus contos e textos. Bom, eu perdoaria. Afinal, quem nunca errou ou teve atitudes impensadas ?? Além disso, estamos falando de um relacionamento de longo tempo e isso tem que ser levado em consideração.

    Beijos

    Luciana
    www.baudasresenhas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida! Verdade, concordo plenamente! Afinal, errar é humano!

      Beijos
      Cidália.

      Excluir
  9. Mais uma vez divando com suas histórias! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida! Que bom que você gostou!!

      Bjs!

      Excluir
  10. Lindo texto. Perdão é um tema sério ne =)
    http://www.mineiraantenada.com/2016/03/quero-ler-mas-consciencia-pesa.html

    ResponderExcluir
  11. Ótimo texto, mas fiquei curiosa por uma continuidade dele rsrs :) parabéns! bjs

    Quando ao perdão, acredito que mereça sim, melhor que manter os dois relacionamentos, todos sairiam ainda mais feridos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Na verdade esta história é uma continuação do conto "Surpresa se Natal".
      Sim, concordo!
      Bjs!

      Excluir
  12. Parabéns, amei o texto, beijos!
    http://www.garotadelicada.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ele que deixe a mulher bonitona em paz agora! Sua chance com ela, ele já teve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! Obrigada Vera! Beijos e um ótimo final de tarde!

      Excluir
    2. Quantos Afonsos exite por ai,meu cunhado foi um desses.Gracas a deus minha irmã esta bem agora.Sobre perdão todos merecem desde que tenha um arrependimento verdadeiro.

      Excluir
    3. Olha só, ainda bem que sua irmã está bem! Concordo com você! Obrigada!

      Bjs

      Excluir
  14. Maravilha de texto amiga Parabéns! beijo.

    ResponderExcluir