domingo, 13 de novembro de 2016

Em busca da felicidade ll


 No começo tudo ia bem, sentiam-se atraídos um pelo outro. Passado algum tempo, o comportamento do Rogério foi mudando. Selma começou a refletir: "Insistir naquilo que já não existe, é como calçar um sapato que não te cabe mais nos pés! Machuca, causa bolhas, chega a carne viva e sangra. Então melhor é ficar descalça. Deixar livre o coração, enquanto vive… Deixar livre os pés, enquanto cresce… Porque quando a gente cresce o número muda."

Ah, como era difícil tomar uma decisão! Ao mesmo tempo que pensava em desistir, temia se arrepender mais tarde. No fundo ela o amava, só precisava ter certeza do amor que ele sentia por ela. Voltar a viver sozinha já não a atraía. Sabia que não podia viver com as filhas, cada uma tinha a sua vida. Teria que ter uma conversa franca com Rogério para tomar uma atitude.

Admirando a paisagem no final do dia, Selma pensa na sua vida, revê sua atitudes. A conversa que tivera com Rogério só deu-lhe a certeza de que estava na hora de voltar para sua casa e sua família. Não agiu precipitadamente. Cansou de ser durona, dar conta de tudo, passar a mão na cabeça do seu companheiro. Resolveu pensar mais em si, se cuidar, voltar a ser a mulher vaidosa de antes.

Lá no fundo, bem fundo do seu coração, sentia uma certa saudade. Mas, aquela saudade, rapidamente se extinguia. Quando fora morar com seu companheiro, num outro Estado, achava que tinha encontrado sua alma gêmea. Depois de muitas tentativas de ser feliz, pensara ter encontrado seu verdadeiro amor. Fizera planos. Acreditara que a vida, enfim, lhe sorria!

Durante alguns meses vivera momentos de felicidade junto ao homem perfeito. Ele conquistara sua família. Os dois formavam um lindo casal. Ambos de meia idade, com muita vontade de viver, de compartilhar alegrias e sonhos.

Infelizmente, após algum tempo, ela descobriu que o sonho dele não era o mesmo dela. Selma sonhara com uma vida tranquila, viagens, passeios. Ele, por sua vez, queria montar um negócio próprio. No auge da idade, quando teve oportunidade de realizar seu sonho, deixou a oportunidade passar. Gastou, desperdiçou todo o dinheiro que teve em suas mãos. Agora, era para ser um empresário bem sucedido.

Mas, isso não aconteceu. Pelo contrário, não havia estabilidade, ele perdera o emprego e esperava sentado que seu antigo sonho fosse realizado. Era ela quem bancava as despesas, fazia seu trabalho como diarista para completar a pensão a que tinha direito. A pensão que recebia pela morte do marido. Ao invés dela encontrar alguém que acrescentasse algo a sua vida, era ela quem estava acrescentando na vida dele?

Selma chegara à conclusão de que tinha o dedo podre para encontrar alguém. Estava na hora de se acostumar com a solidão. De viver perto da família. De reencontrar sua vaidade, de cuidar da saúde.

Nos primeiros dias não é fácil! Ele manda mensagens, telefona. Diz que sente a falta dela, que a ama. Diz que precisa dela ao seu lado. Diz que não conseguirá viver sem ela. Ela sequer responde às mensagens ou atende os telefonemas. Se ele a amava e não queria perdê-la, porque deixou que ela viesse embora?

Talvez ele não tivesse acreditado quando ela dissera que iria embora. Só caiu em si quando viu o caminhão chegar para buscar a mudança. O que ele não sabia era que ela era uma mulher de fibra, de palavra. E ela estava cansada daquela vidinha oferecida por ele. A decepção a fizera enxergar que aquele homem não era o companheiro que desejara para viver até o fim da vida.

Na nova casa, Selma pensa em tudo o que viveu até o momento, nos dias de tristeza e amargura. Embala aqueles sentimentos e os enterra bem no fundo de uma gaveta junto com algumas fotografias. Joga a chave da gaveta no lixo! Seu lema de agora em diante será, levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima.

E se aparecer um novo alguém? Ela não vai procurar, mas se acaso acontecer, quem sabe? O futuro a Deus pertence! Se for alguém para compartilhar as alegrias da vida, será bem vindo.

Será que Selma tomou a melhor decisão para sua vida?

Deixe a sua opinião e leia os demais contos, acessando http://contosdacabana.blogspot.com.br/

 Muito obrigada pela visita!
Abraços,
Cidália.

56 comentários:

  1. Sem duvidas foi a melhor decisão que ela tomou ��

    ResponderExcluir
  2. Celma agiu certo não poderia viver com alguém que só queria o dinheiro dela ,com a ajuda da família ela vai conseguir dar a volta por cima

    ResponderExcluir
  3. Relacionamentos sempre são complicados, né? Se está se sentindo bem, então foi a melhor decisão.

    ResponderExcluir
  4. Agiu corretamente!! Conheço está história em fatos reais.
    Amei o conto Cidália!!

    Beijos
    www.raquelamandamakeup.com.br

    ResponderExcluir
  5. Adorei a decisão dela, como existe relacionamentos complicados não é? É complicado até de falar rsrs!
    Viver com pessoas que tem interece em algo seu é muito ruim é pior que pimenta!
    Adorei Cicí
    Bjs, Keila
    http://emagrecendonovoestilodevida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem fale, Keila!
      Alguns relacionamentos são muito complicados.
      Gostei da sua opinião, obrigada!

      Beijos.

      Excluir
  6. Oi Ci, tudo bem?
    Como sempre mais um conto maravilhoso! Adoro suas histórias! :)
    E em relação a Selma, com certeza ela tomou a decisão correta! Dar a volta por cima sempre!!! ♡
    Adorei
    Beijos
    Lilica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lilica, tudo bem!
      Oba, que bom!
      Gostei da sua opinião, obrigada!

      Beijos.

      Excluir
  7. Eu fico na dúvida se foi certo ou não, pensando de certa forma parece que fez o melhor, mas por outro lado parece que foi porque ela queria ostentação!

    Adorei o texto! Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Camila!
      Obrigada por compartilhar a sua opinião!

      Beijos.

      Excluir
  8. Oi Cida! Tudo bem?
    Bem, complicado opinar sobre relacionamentos quando não e nossas emoções em jogo. Mas acredito, como a maioria, que foi a decisão correta também. Adorei o post! Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sophia, tudo bem!
      Muito obrigada pelo comentário!

      Beijos.

      Excluir
  9. Olá
    Confesso não ser muito adepto a leituras de contos, pois sempre eu me decepciono por serem curtos de mais (em sua maioria) mas sempre vou lendo alguns na Internet ou em livro, tenho umas 3 coletâneas de contos. Adorei ler esse daí, muito empolgante e com uma escrita de fácil manuseio. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Manoel!
      E meus contos são curtos, rsrsrsrs!
      Mas, que bom que você gostou da minha escrita!
      Muito obrigada, até mais!
      Bjs.

      Excluir
  10. Oi, Cidália..
    Se ela tomou a decisão errada só o tempo vai dizer, mas é fato que se o companheiro já não é mais o que ela sempre sonhou, o melhor é partir mesmo rs
    Muito bem escrito.


    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Letícia!
      Muito obrigada pelo comentário!
      Gostei da sua opinião.

      Beijos!

      Excluir
  11. Olá
    Ótimo texto, ela tomou uma boa decisão, para um relacionamento, os dois não precisão querer a mesma coisas, mas ambos precisam ceder para que os dois ganhe, se não melhor cada um ir para um canto mesmo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Daniele!
      Obrigada por compartilhar a sua opinião!

      Beijos.

      Excluir
  12. Acredito que foi sim a melhor decisão para Selma tomar. Parabéns pela escrita!
    Beijo,
    www.setevidasfelinas.com.br

    ResponderExcluir
  13. Selma Sofre!
    Mas quem disse que precisa ter uma companhia amorosa para ser feliz? As pessoas podem ser felizes estando sozinhas. Achei interessante o seu texto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Beatriz!
      Verdade, concordo com você.

      Muito obrigada, beijos!

      Excluir
  14. Oi boa tarde,goste muito do seu blog, gostaria de te pedir tambem para estar seguindo meu blog:http://redetelenova.blogspot.com.br/
    Seguir:blogger.com/follow.g?view=FOLLOW&blogID=728384867269650044 …
    já estou te seguindo abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ivam!
      Obrigada pela visita! Já retribuí seguindo seu blog.

      Abraço.

      Excluir
  15. Hello! Tudo bem?
    Celma agiu certo, pra mim ela fez a escolha certa.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Suzzy, tudo bem!
      Obrigada pelo comentário!

      Beijos.

      Excluir
  16. Olá
    Chegou o Swonkie, uma plataforma de gestão de Redes Sociais onde consegues escrever e publicar os teus posts do Blog com análise de SEO e partilhar ou agendar em várias redes sociais em segundos. Consegues ainda ter as estatísticas das tuas publicações e acesso à nossa comunidade de Bloggers.
    Gostaríamos de te convidar a usar o Swonkie com o teu Blog.
    O Swonkie é o melhor amigo dos Bloggers, e desenhamos isto a pensar em Blogs como o Contos Da Cabana.
    A nossa equipa estará em Swonkie.com para te conhecer. Contamos então contigo :) ?
    P.S - Tivemos de entrar em contacto contigo porque não encontramos o teu email no blog.
    Até Já,

    Equipa Swonkie

    ResponderExcluir
  17. Acho que ela teria que recomeçar a vida mesmo, acredito que tomou a melhor decisão que poderia tomar naquele momento, embora foi dificil e so o tempo para ela colocar as coisas no lugar. Super beijo da Luma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luma!
      Gostei muito da sua opinião, obrigada!

      Super beijo.

      Excluir
  18. Olá,me identifiquei com selma, a pouco tempo tive que tomar uma decisão parecida,temos que colocar a nossa felicidade na frentr da dos outros e esse conto só me fez ver que tanto eu quanto selma estavamos certas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gabriela!
      Que bom que esse conto, de uma certa maneira, foi útil a você!

      Obrigada, beijos.

      Excluir
  19. Olá, tudo bem? Adorei o conto! Vai ter mais?
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carol, tudo bem!
      Oba, que bom que você gostou!

      Obrigada, beijos.

      Excluir
  20. Oie
    muito legal o conto, é ótimo para dar uma esparecida e distraida no meio do dia, gostei

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Catharina!
      Fico feliz que tenha gostado!

      Obrigada, beijos.

      Excluir
  21. Oiee ^^
    Deve ser tão triste quando o casal se ama e vive feliz, até o momento em que percebem que mudaram e que os sonhos também mudaram. A escolha de continuar junto ou sair em busca de algo novo deve ser muito difícil, e eu não sei o que faria se estivesse nessa posição.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dryh!
      Realmente é muito triste para as duas partes envolvidas, por isso o casal tem que conversar muito antes de tomar uma decisão.

      Obrigada, beijos!

      Excluir
  22. Não adianta insistir em algo fracassado. Ela perdeu a admiração e consequentemente o amor pelo cara!!! Ela decidiu bem! Que fique na serenidade e consigo mesma. Um bom conto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, Vera!
      Selma tomou a melhor decisão, antes só do que mal acompanhada (como diz o ditado)!

      Obrigada, beijos.

      Excluir
  23. Olá!
    Adorei a decisão de desistir, realmente as vezes não vale a pena ficar insistindo em algo que não vai para a frente.
    Adorei o seu texto!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carolina!
      Pura verdade!
      Que bom que você gostou!

      Obrigada, beijos.

      Excluir
  24. OI
    realente escolher mudar nunca é fácil, mas ela tomou a decisão certa! Uma dica, porque não reunir esses contos e publicar em plataformas de leitura gratuitas como wattpad e widbook? Pensa nisso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Talita!
      Gostei da sua opinião, obrigada!
      Estou fazendo isso no Wattpad, valeu pela dica!

      Beijos.

      Excluir
  25. Cidália, tudo bem?

    Como a gente vê Selmas por aí, não é?

    Eu acho que ela fez sim a escolha certa. Se amar, se valorizar e investir em si é a melhor opção.

    Beijo

    Leitoras Inquietas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Krisna, tudo bem!
      Verdade, nem fale!
      Gostei muito da sua opinião.

      Obrigada, beijo!

      Excluir
  26. Oi, Cidália. Tudo bem?
    Nossa que legal ver a continuação da história da Selma.
    Olha, eu acredito que ela fez a escolha certa. Como já disse no outro texto, eu acho que vale apena ter uma pessoa do lado quando ela contribui com a sua felicidade. A partir do momento que a pessoa passa a ser um peso, devemos procurar novos rumos. Diante da vida que ela estava tendo, a melhor coisa foi seguir a sua vida. Se pudesse falar com ela, diria que ficar sozinha não é uma coisa tão negativa assim, ela não tem um parceiro, mas continua tendo amigos e familiares que gostam dela. Isso já é um indício para mostrar que ela não está sozinha na vida. Espero ver Selma feliz e certa de que fez a escolha certa em uma outro capítulo. Adorei, Cidália.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leandro, tudo bem!
      Muito obrigada por compartilhar a sua opinião, gostei muito das suas palavras. Concordo com tudo que você disse!
      Valeu, abraço.

      Excluir
  27. Como sempre arrasando nos contos, amo ler suas coisas, e sem duvidas ela fez a escolha certa, se valorizar em primeiro lugar sempre, beijos linda ❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, linda, obrigada!
      É isso mesmo, concordo com você, a pessoa tem que se valorizar antes de qualquer coisa.

      Valeu, beijos!

      Excluir
  28. Se ela agora se sente melhor com certeza foi melhor decisão que tomou, apesar do relacionamento complicado. Amei o conto, muito interessante. Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Alessandra!

      Que bom que você gostou!

      Obrigada, beijos.

      Excluir