sábado, 30 de setembro de 2017

Vida às avessas (parte final)



Ao receber a carta do filho,  dona Josefa chorou muito. Porém, não foi um choro de tristeza, foi um choro de agradecimento. Não pelo dinheiro que ele estava devolvendo. Claro que o dinheiro seria útil na sua velhice, para os medicamentos e para seu conforto.

Porém, o agradecimento era pelo fato do filho reconhecer seus erros e pedir perdão. Pena que ele precisou perder a esposa e parte de uma perna para perceber que a ganância, o egoísmo e o orgulho eram sentimentos destrutivos.

Ariana, prestes a se casar com o amor da sua vida, voltou a estudar. Queria ser professora efetiva e não somente uma substituta. Ela queria voltar para a escola que deu abrigo à sua família, como educadora. Queria dar mais atenção às crianças, se dedicar à carreira com amor.

Geraldo se tornou um ótimo comerciante. Transformou o bar num armazém de secos e molhados. Comprou uma bela casa perto do tio. Uma casa espaçosa, pois ele e Ariana pretendiam ter uns quatro filhos.

Num almoço de domingo onde Sueli convidou toda a família, os irmãos Jaime e Jurandir, juntamente com José Carlos, resolveram buscar o tio Jesuíno para que ele ficasse um tempo com a mãe.

O motivo que os levou a tomar tal decisão foi o que o tio escreveu no final da carta endereçada à mãe.

“Agora estou bem. Quase não vejo minhas filhas e meus genros, mas tenho a dona Pérola que cuida bem de mim. Pena que ela não gosta de conversar, então converso comigo mesmo. Sou um bom ouvinte. Com a ajuda das muletas posso caminhar pelo quintal. Cheguei à conclusão de que estou sentindo o mesmo que a senhora e Ariana sentiram na minha casa. Mereço passar por isso.”

E lá foram os três homens buscar o Jesuíno para que ele ficasse na casa da irmã e pudesse se reconciliar com toda a família. Afinal, todo mundo merece uma segunda chance.

Em breve Elizandra e Noel teriam um bebê. Estavam morando numa casa alugada e juntando dinheiro para comprar um lote e construir uma moradia. Noel era um rapaz trabalhador e Elizandra tinha uma boa clientela; era uma ótima costureira.

Jesuíno recebeu os irmãos e o sobrinho com alegria. O motivo da felicidade foi ver que os irmãos não guardaram ressentimento pelo que ele fez com a mãe. Aceitou o convite sem pensar duas vezes e dispensou a dona Pérola.

José Carlos não segurou a língua quando viu o quarto nos fundos onde o tio vivia.

- Tio, nesta casa tão grande, não tinha um quarto melhor para o senhor ficar?

- Não me incomodo com essas coisas, meu filho. Pra mim este quarto é suficiente.

- Meu quarto também é pequeno, o senhor vai ficar lá e ver que é muito mais confortável que este.

- Não deixe sua prima ouvir isso, ela vai ficar ofendida. Pelo menos ela me trouxe pra cá, a irmã disse que não me queria na casa dela.

- Nossa, tio! Não se preocupe, o senhor será bem vindo na casa da mamãe. A vovó está muito feliz.

Depois dessa conversa os homens resolveram dormir no hotel e viajar na manhã seguinte de volta para casa. Passariam cedo para pegar o Jesuíno.

Quando os quatro chegaram na casa da Sueli, toda a família estava reunida esperando por eles. A mesa foi colocada no quintal para o almoço. Noel e Geraldo foram responsáveis pelo churrasco.

Jesuíno foi recebido com alegria e chorou ao abraçar a mãe e pedir perdão mais uma vez, agora pessoalmente. Dona Josefa o apertou em seus braços e ele se sustentou sobre a única perna para não cair.

Ao abraçar Ariana, o tio que lhe causou sofrimento, foi gentil e amoroso. Aquele homem que estava ali, naquele momento, parecia muito diferente do Jesuíno de outrora. A moça apresentou seu noivo a ele que o tratou cordialmente.

Dali em diante o passado seria enterrado. A família seguiria a sua rotina com mais um integrante. Geraldo convidou-o para trabalhar com ele no armazém. Precisava contratar um funcionário e Jesuíno era a pessoa perfeita. Poderia ser o caixa, assim trabalharia sentado.

O casamento da Ariana aconteceu no civil e no religioso. Ela foi a noiva mais feliz dos últimos tempos. A festa foi presente da avó Josefa. A lua de mel do casal seria no Caribe. Presente dos pais do Geraldo. Uma viagem  inesquecível para os pombinhos.

As gêmeas, filhas do Jesuíno, foram convidadas e ao verem o pai acharam que ele estava muito bem ali. Não o chamaram para voltar com elas. Não queriam ter trabalho com ele. 

A família desfrutou de mais uma data memorável e ainda teriam outras datas para comemorar. O nascimento do filho da Elizandra, a formatura do José Carlos que, depois do curso técnico, quis fazer direito e a formatura da Ariana.

Sueli e dona Josefa continuaram ajudando Elizandra com a costura. Antes do neto nascer, Sueli levou a mãe para ficar uma semana numa cidade praiana. As duas queriam se divertir um pouco.

Dona Josefa tinha esperança de que a filha conhecesse alguém que a fizesse feliz. Mal sabia ela que Sueli havia prometido a si, depois de perder o marido, que  não dividiria a sua vida com mais ninguém.

Jesuíno se tornou o braço direito do Geraldo no armazém. O trabalho lhe deu ânimo para viver e assim ele podia colaborar com a despesa da casa. Seu plano para o futuro era chamar a dona Pérola para morar com ele. Estava pensando em alugar uma casa perto da irmã.

Quem sabe a dona Pérola aceitaria uma proposta de casamento? Durante o tempo que ela cuidou dele, Jesuíno notou a sua beleza interior. Descobriu, por acaso, que ela era viúva e morava sozinha.

O amor venceu todas as barreiras enfrentadas pela família da Ariana e curou todas as feridas.


FIM

A você que acompanhou esta história ou apenas leu alguns trechos, meu agradecimento especial!

Ao meu sobrinho desenhista, Marcos Wagner, que colaborou comigo com as ilustrações meu eterno carinho!

Beijos,
Cidália.



Se você sentir curiosidade de ler os capítulos anteriores, basta acessar este link:

http://contosdacabana.blogspot.com.br/…/vida-as-avessas-ret…








90 comentários:

  1. Oi, Cidália!
    Eu confesso que perdi muitas partes dessa história com Dona Josefa e sua família. Eu pensei que não ia ter final feliz, mas vejo que as coisas se ajeitaram um pouco, até o dinheiro o filho dela devolveu! Fiquei revoltada no capítulo em que ele usou o dinheiro da coitada... Mas, graças a Deus ele pode se redimir! Coisas de família! Se a gente fosse contar as coisas que acontecem nas nossas casas ia sair cada livro!!! rsrsrs. Abração!
    Drica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Drica!
      Sim, coisas de família! O Jesuíno precisou ter a sua vida às avessas para poder se redimir!! Antes tarde do que nunca! É verdade, rsrsrsrs!
      Abração!!

      Excluir
  2. Renove a carinha do seu blog agora mesmo Temos pacotes ♥️A PARTIR DE R$50,00♥️ Seu blog lindo moderno e profissional com um precinho bem especial 🖱️💡ℹ️ entre em contato através
    Instagram @conceitonaweb clique aqui

    Nossa Página Clique Aqui

    Email : conceitodesenvolvimentoweb@gmail.com

    FAZEMOS A PREVIA DO SERVIÇO SEM COMPROMISSO caso goste realiza a compra.
    * Trabalhamos com Design para Blogger
    * Capas para redes sociais
    * Mídia kit
    * Vinheta para vídeos
    * Assessoria Remota
    * Gerenciamento Digital
    * Colaborador de Conteúdo
    * Livros Digitais
    Etc

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do final da história Jesuíno viu que o mais importante na vida é o amor e o perdão ,todos tiveram final felizes eu adorei parabéns Cidália se vc publicasse um livro eu seria a primeira a comprar vc escreve muito bem , parabéns ao seu sobrinho pelos lindos desenhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Cleuza!!
      Que bom que você gostou do final da história!
      Eu e meu sobrinho agradecemos os elogios!!
      Beijos!

      Excluir
  4. Que bom que tivemos um final feliz, com espaço para reconciliações e para o perdão! Você escreve muito bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Mari, pelo comentário! Fico feliz que tenha gostado do final!!

      Beijos!

      Excluir
  5. Ooi! Acho que perdi alguns capítulos dessa história, mas mesmo assim gostei bastante do desfecho.
    Você escreve muito bem, parabéns! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Catrine!
      Que bom que você gostou do desfecho desta história!!
      Obrigada pelo elogio!
      Beijos!

      Excluir
  6. Oi!!
    Que capítulo maravilhoso ❤ você escreve muito bem.Perdoar sempre é muito bom 😀
    Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Joana!
      Obrigada pelo comentário, fico feliz sabendo que você gostou do desfecho!!
      Beijos

      Excluir
  7. Cidália que bom que o filho reconheceu os erros e pediu perdão pra ela, muitas vezes a pessoa só se conserta quando perde algo importante na vida. Que maravilha saber que a Ariana vai se casar e voltou a estudar. Muito feliz para a Dona Josefa, que feliz bom Cidália gostei muito do final, parabéns pela história e pelos personagens, e parabéns para o seu sobrinho pelas lindas ilustrações bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucimar, fico muito feliz sabendo que você gostou do final da história!! Foi exatamente isso que aconteceu com o Jesuíno! Mas, antes tarde do que nunca!!
      Eu e meu sobrinho agradecemos pelos elogios, Lucimar!
      Beijos

      Excluir
  8. Uma pena que eu tenha chegado na parte final. Ótimo trabalho!

    ResponderExcluir
  9. Que final espetacular eles tiveram,isso acontece com a maioria das famílias;pedi perda ia reconhecer o erro e fundamental..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jaqueline!
      Que bom que você gostou, muito obrigada pelo comentário!!

      Beijos

      Excluir
  10. Gostei bastante do desfecho da história e o final foi top!
    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Cris, pelo comentário e elogio!!

      Beijocas

      Excluir
  11. No final a lição que você nos passou foi muito importante Cidália. O amor vence barreiras e o egoismo e a ganancia, não nos leva a nada. Uma pena que o filho dela precisou passar por tudo isso para aprender. Mas na vida real infelizmente também não é muito diferente.
    Parabéns pelos personagens, narração, escrita e desfecho.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaque, seu comentário me deixou imensamente feliz!! Estou lisonjeada perante seus elogios motivadores!!!
      Muito obrigada!! Uma semana abençoada a você! Beijos!

      Excluir
  12. Oi Cidália.

    Eu perdi algumas partes da história com Dona Josefa e sua família, mas as que eu li foram muito boas e esse final foi muito importante. Que lição de vida a história mostra. Parabéns pela história e espero que possa trazer mais outras dessa maneira.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Kênia, pelo comentário e apoio!! Fico feliz sabendo que você gostou do desfecho!

      Uma semana abençoada a você!! Beijos!

      Excluir
  13. Cidália,
    demorei para comentar aqui porque fui ler toda a série, de onde eu havia parado -- eu tinha lido, se não me engano, somente os quatro primeiros capítulos da série.
    Gostei muito de como você encontrou momentos perfeitos para fazer ganchos na narrativa, de um ponto a outro, um capítulo a outro. A curiosidade fez com que eu lesse praticamente toda a série ontem, numa sequência só, deixando para hoje só a parte final.
    Gostei bastante!
    Bjs
    https://teofilotostes.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Teófilo!
      Que bom que você gostou desta história!! Seu comentário me deixou muito contente! Obrigada pelo incentivo e apoio!!

      Abraço!

      Excluir
  14. Gostei de ter lido cada e ficou super contente com o fechamento da história, estava curiosa e cada linha que lia me interessava mais
    Parabéns

    Bjs (•_•)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba, que alegria, Minda, saber que você gostou do desfecho da história!!
      Obrigada pelo carinho! Uma semana abençoada a você!!

      Beijos!

      Excluir
  15. Olá. Pelo visto peguei um último capitulo da história e fiquei meio perdida. Mas pelo texto e os outros comentários, irei procurar as outras partes.
    Foi de sua autoria? Eu admiro muito as pessoas que tem o dom da escrita, que fazem nascer uma boa história. Parabéns, beijos.

    https://almde50tons.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Raíssa!
      Sim, a história foi de minha autoria. Muito obrigada pelo comentário e elogio!!
      Uma ótima semana a você! Beijos!

      Excluir
  16. Não acompanhei a história, mas parece que teve um final bem legal, você escreve bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Stéfani!
      Obrigada pelo comentário e elogio!!

      Boa semana! Beijos!

      Excluir
  17. Olá, como vai ?
    Poxa eu perdi os outros capítulos então boiei no desfecho, mas pelo que entendi tudo se resolveu, houve perdão, então me parece umótimo final, vou procurar os outros episódios pq sua história vale muito a pena ser lida, escreve muito bem. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,Suzi, eu vou bem!
      Muito obrigada pelo comentário e elogio!! Espero que você goste dos demais capítulos!
      Uma ótima semana!! Beijos!

      Excluir
  18. Ao finalizar mais essa história você nos traz essa mensagem de que nunca é tarde para mudar de verdade, deixar as coisas ruins no passado e tornar-se uma nova pessoa. Outra coisa bonita e tão difícil, mas não impossível, é perdoar de coração como aconteceu com a família de Dona Josefa. Nós nos apaixonamos e odiamos a cada novo acontecimento em Vida às avessas, mas descobrimos que no final tudo pode dar certo, basta ter fé e acreditar. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evandro, como sempre você me deixa feliz e lisonjeada com suas palavras!! A sua opinião é muito importante para mim!
      Muito obrigada!! Uma ótima e abençoada semana a você!
      Abraço

      Excluir
  19. ola tudo bem ? Acompanhei alguns capitulos desta historia e fiquei bem feliz que tu se ajeitou na familia de Dona Josefa , perdoar é gradioso . Parabens para o sobrinho desenhista , a ilustração esta na altura da maravilhosa escrita. Bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Márcia, tudo bem!
      Que bom que você gostou do desfecho desta história!!
      Eu e meu sobrinho agradecemos pelo carinho!
      Uma semana abençoada a você!! Beijos!

      Excluir
  20. Olá Cidália. Puxa, acompanhei quase nada da história, mas consegui me emocionar ao imaginar D. Josefa emocionada com o arrependimento do filho, ou seja, agradecida. Que virtude essa. Encontrar nas duras batalhas da vida, condições para agradecimentos. Eu mesmo preciso aprender mais sobre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luiz Alberto!
      Verdade, é uma grande virtude!! Acredito que uma mãe sempre acaba perdoando seu filho, ainda mais quando ela percebe que o arrependimento é sincero.
      Muito obrigada pelo comentário, abraço.

      Excluir
  21. Oi! Não acompanhei desde o começo mas ja fiquei super curiosa só de ler esse final. Quando tiver um tempinho quero voltar e ler tudinho do começo. Parabéns pela história!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Josy!
      Oba, que boa notícia!!
      Obrigada pelo comentário, beijos.

      Excluir
  22. O amor é isso né? Fiquei de coração tão quente quando vi Jesuíno tão arrependido que fez e pediu perdão e chorou com todos. E o melhor de tudo é que foi perdoado, pois isso é também amor. Acompanhei essa história com muita curiosidade e carinho e fiquei encantada com esse final. Muito gostoso de ler, parabéns a você e a seu sobrinho pelas ilustrações maravilhosas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Daiana, isso é amor!! Muito obrigada pelas palavras carinhosas de apoio e incentivo. Fico feliz sabendo que você gostou deste desfecho. Eu e meu sobrinho agradecemos o elogio!
      Beijos

      Excluir
  23. Oi.
    Tudo bom?
    Eu não li a história toda, só algumas partes, mas vou voltar tudo.
    Família é isso né? Perdoar e ser perdoado faz parte, acho que não devemos levar mágoas para a vida toda. Tenho meus problemas com a minha, mas deixo o barco seguir...
    Bela mensagem que você passou.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michelle, tudo bem!
      Oba!! Que legal!
      Pois é, família é assim mesmo. O importante é se perdoar e esquecer o que passou!
      Muito obrigada pelo comentário e opinião!!
      Beijos

      Excluir
  24. Olá, tudo bem? Li alguns trechos mas captei a essência do capítulo, esse ambiente familiar e no final uma reflexão sobre o amor vencer qualquer dificuldade ou barreira imposta no caminho dos personagens. Mas acredito que essa história ainda não acabou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carmem, tudo bem!
      É realmente essa a mensagem da história, uma reflexão sobre o amor!!
      Muito obrigada pelo comentário, beijos!

      Excluir
  25. Olá! Tudo bom?
    Finalmente o desfecho dessa narrativa maravilhosa.
    Sei que já falei em vários outros comentários, mas amei sua história, acho que voc~es escreve muito bem.
    Muito emocionante o fim.
    Parabéns, Joyce de Freitas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Joyce, tudo bem!
      Oba, fico imensamente feliz sabendo que você gostou desta história!!
      Muito obrigada, beijos!

      Excluir
  26. Que delícia de ser ler, meu Deus! Como você escreve bem.
    Amei o desfecho! Muito emocionante.
    Quero ler mais coisas sua, hein...

    Beijos
    www.lerantesdedormir.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Narah!
      Muito obrigada pelo comentário e elogios!!
      Beijos

      Excluir
  27. Oi, tudo bem?
    Eu não li todos os capítulos dá sua história, mas amei o final. Principalmente pela lição que você dá a Cidália!
    Parabéns pela história! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem!
      Que bom que você gostou do desfecho!!
      Muito obrigada pelo comentário!

      Beijos!

      Excluir
  28. Olá,
    Infelizmente não consegui acompanhar a todas as postagens, mas as que acompanhei eu gostei bastante de conhecer essa família tão conturbada e com problemas verossímeis que nos aproximam ainda mais das personagens.
    A mensagem que passou é muito bonita que o amor acaba sempre derrubando barreiras e vencendo frente a tantos males.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Michele!
      Fico imensamente feliz sabendo que você gostou das postagens que leu e do desfecho!!
      Obrigada, beijos!

      Excluir
  29. Apesar de todos os acontecimentos que bom que essa história teve um bom final bjo

    ResponderExcluir
  30. Adorei o final da historia! Especialmente o da Josefa que teve o reconhecimento do filho mesmo que tardio! Vocês arrasaram! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou, Aline! Obrigada pelo comentário!!

      Eu e meu sobrinho ficamos muito felizes!
      Beijos!

      Excluir
  31. Eu não li todos os capítulos, mas me recordo de alguns. Achei o final bem interessante e gostei da ilustração do seu sobrinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba, fico feliz sabendo que você gostou do final e da ilustração!!

      Eu e meu sobrinho agradecemos!

      Beijos!

      Excluir
  32. Nossa, que conto maravilhoso, nem conheço o começo, mas já amei esse final. Já vou procurar os outros pra ler❤
    Amo histórias que falam sobre egoísmo e que as pessoas precisam perdoar pra seguir a vida em frente. Parabéns por esse conto.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba, que boa notícia, fico feliz sabendo que você gostou do que leu!! Espero que goste dos demais capítulos!

      Muito obrigada, beijos!

      Excluir
  33. Que final é esse linda, realmente é deixar o leitor com aquela felicidade um pouquinho só né, pelo menos alguma coisa melhorou e Jesuíno tomou vergonha na cara hahaha
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber que você gostou, Morgs! Muito obrigada pelo comentário!!
      Beijinhos!

      Excluir
  34. Foram poucas as partes que acompanhei, mas sei como foi duro para família da Ariana chegar a um final feliz. Uma pena que algumas pessoas tenham que sentir na pele para se tornar algo melhor. Gostei do realismo dos personagens e da trama em si, é bem fiel ao que muitos de nós vivemos dentro de nossas famílias, que é sempre muito complicada rsrs.
    Parabéns pela escrita e pela ilustração do seu sobrinho.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Camila!
      Verdade, a família passou por um mal pedaço!! Nem fale, foi isso que aconteceu com o Jesuíno, infelizmente! Fico feliz sabendo que você gostou dos personagens e da trama.

      Eu e meu sobrinho agradecemos!!
      Beijos!

      Excluir
  35. Oiiieee


    Não acompanhei os momentos anteriores da história então confesso que não entendi algumas coisas mas finais felizes são sempre gostosos de ler.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alice!
      Muito obrigada pelo comentário sincero!!

      Beijos

      Excluir
  36. Olá!
    Nossa, que desfecho maravilhoso! Você escreve super bem e dá pra perceber os sentimentos dos personagens, o que torna tudo mais próximo da nossa realidade.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Muito obrigada pelo comentário e elogios!! Que bom que você gostou do desfecho!

      Beijos!

      Excluir
  37. Desta vez perdi muitas partes da história, o que acabou me prejudicando no entendimento geral.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  38. Olá!

    Adorei sua escrita e adorei saber que mesmo o Jesuíno tendo aprontado tanto, ele se redimiu e toda família pôde ter um final feliz!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mari!

      Muito obrigada pelo comentário e elogio!! Fico imensamente feliz sabendo que você gostou do desfecho desta história!

      Beijos!

      Excluir
  39. Oi Cidália,
    Não li toda a trama, mas achei o final muito bem construído é tão bacana quando vemos que o amor vence e supera os problemas, curando feridas.
    Vou procurar as outras partes da história.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bruna!
      Que bom que você gostou do desfecho!! Espero que goste dos outros capítulos!

      Obrigada pelo comentário e elogio!!

      Beijos!

      Excluir
  40. Oiii Cidália, tudo bem??
    Uma pena que eu já cheguei aqui no último post dessa história... Mas eu vou acompanhar ela toda pelo link que você colocou no final... e depois eu volto para contar a minha impressão sobre ela toda.
    Parabéns pela criatividade e até daqui a pouco! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila, tudo bem!!
      Oba!!! Espero que você goste e volte para deixar a sua opinião!
      Obrigada pelo comentário!

      Beijos!!

      Excluir
  41. Ola, sou a louca que leu só o final kkkkk. Tudo bem? Adorei mesmo, que o tal carinha tenha entendido que ganância não é tudo. Essa mensagem captei sem precisar estar acompanhando. Pena, como você mesmo disse, que ele teve que perder a esposa e parte de uma perna, mas como sempre digo, se não aprende por bem, a vida te ensina por mal.
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gisele, tudo bem!! Kkkkkkkkkk
      Que bom que você conseguiu captar a mensagem mesmo lendo somente o final da história!!
      Obrigada pelo comentário, beijos!

      Excluir
  42. Olá!
    Essa última parte envolve bastante amor, carinho e perdão, creio que os outros capítulos foram bem pesados.
    Que bom que tudo acabou bem e a família se reconciliou, mesmo com os erros e as perdas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana!
      Sim, depois de alguns sofrimentos, tudo acabou bem para a família.
      Muito obrigada pelo comentário, beijos!

      Excluir
  43. Oi!
    Eu não acompanhei a história desde o início - na verdade, estou conhecendo seu blog hoje -, mas achei o desfecho bem bacana. Me lembrou Éramos Seis, na verdade, risos.

    Ah, parabéns pra seu sobrinho mesmo, tá bem bonita a ilustração.

    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mia!
      Olha só, que legal!! Gostei da comparação! Que bom que você gostou do que leu!!

      Eu e meu sobrinho agradecemos os elogios!
      Beijos!

      Excluir
  44. Oie. Não li o conto completo, mas achei sua escrita muito fluida, muito bem escrita e envolvente.
    Acho lindo quando encontramos em uma história amor, perdão, superação.
    Parabéns, você manda muito bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo comentário e elogios!! Que bom que você gostou!

      Beijos.

      Excluir
  45. Oi, tudo bem?
    Gosto dos trechos que leio apesar de ter perdido muitas partes. Gostei do final.
    Bjs

    ResponderExcluir
  46. Olá!
    Eu não acompanhei essa história, mas gostei muito da mensagem final que você passou sobre o amor. De fato cura todas as feridas!
    Beijos.

    ResponderExcluir