domingo, 13 de dezembro de 2015

Para sempre



Resolvi vir a São Paulo e começar uma nova vida. Depois de tantas decepções, recomeçar para mim era primordial. 
Trabalho numa empresa que exige muita dedicação e sem paradeiro. Um dia aqui e outro acolá! 
Tive um relacionamento que durou mais de quatro anos, com um rapaz mais jovem e já morávamos juntos, uma convivência boa, sempre mantendo o amor em primeiro plano. Um dia, fui surpreendida com o término do nosso relacionamento. 
No início, a tristeza se abateu sobre mim. Quem gosta de ser trocada por outra? Mas, me mantive firme, afinal, a vida continua e foi o que fiz. Tentei levar adiante com a cabeça erguida.
Meus amigos sempre me apoiando, dando força, me consolando. Me amparando com muito carinho. Assim toquei a vida até que, na mesma empresa em que trabalho, conheci um rapaz chamado Lorenzo; que por ironia do destino, ocupava o mesmo cargo que eu. 
Ele, também, viajava muito. Foram encontros e desencontros e apesar dessa correria, fomos nos conhecendo melhor a cada dia. 
Lorenzo era uma pessoa maravilhosa, um homem completo. Não deu outra, acabei me apaixonando. Fiquei surpresa comigo mesma. Depois de tanto sofrimento, pensei que jamais estaria aberta para um novo amor. 
Fizemos muitas viagens a trabalho, juntos. Uma nova vida que Deus me proporcionava. Mais uma chance de ser feliz. 
Nosso relacionamento, no trabalho, era de muita intensidade, nos doávamos muito pelo que fazíamos. Eu e Lorenzo, cada dia, mais apaixonados e sentindo falta de estarmos juntos. Veio, então,  a decisão do namoro sério. Que felicidade! Namoramos e nos casamos. Um casamento lindo com muitos amigos ao nosso redor. 
Deus nos abençoando com uma convivência feliz e honrada. Lorenzo era o homem perfeito, eu o amava mais e mais a cada momento. 
Passamos o primeiro ano de casados, o segundo ano, e a cada ano uma renovação sem explicação para tanto amor. Nós estávamos muitos felizes! Um complementava o outro; como dizem, ele era a metade da minha laranja.
Numa tarde, Lorenzo passou mal e o médico rapidamente realizou vários exames. Para nossa infelicidade, no diagnóstico  estava escrito leucemia. 
Um choque na família, parecia que eu não tinha chão. Encarei a situação da melhor maneira que pude, porque, Lorenzo não podia se abater, desanimar. Ele precisava da minha força. 
Começaram os tratamentos, procedimentos de quimioterapia e rádio, uma situação horrível.  Dias e mais dias, dores e sofrimentos. 
Muitas vezes, cheguei a me perguntar, porque comigo? Encontrei o amor da minha vida e Deus quer tirá-lo de mim? Quantas perguntas sem respostas! 
Vivemos por meses essa triste situação e a cada dia, uma esperança de que tudo iria passar. Lorenzo ficaria bem e voltaria a ser o homem de sempre. Acreditávamos na sua cura.
Lorenzo já estava afastado da empresa, não tinha mais condições física e psicológica. Mas, mesmo assim, quando se sentia melhor, lá estava ele com seu notebook, dando sua colaboração ao trabalho.  Ele chegou a me fazer a proposta de uma possível separação, para que eu não sofresse. 
Jamais eu concordaria com isso. O amor estava acima de tudo. O que eu mais queria era  estar ao seu lado em cada momento que Deus me permitisse. 
Todos os tratamentos foram em vão. Ele precisou ficar internado, pois, já estava muito fraco. 
Numa manhã cinzenta, recebi a pior notícia da minha vida. Deus o havia transportado para outra dimensão. Que desespero! Mesmo consciente de que ele partiria em breve, diante àquela notícia senti uma enorme revolta.
Como reagir perante tanta dor ao perder quem você ama? A vida para ele estava apenas começando; nosso casamento e nossos objetivos interrompidos por uma doença que não sente pena de ninguém.
Hoje, continuo trabalhando, viajando e tentando esquecer essa dor. Uma dor que é tão difícil de ser suportada por nós, seres humanos. 
Sei que ele está no céu com nosso bondoso Deus. Acredito na ressurreição em Cristo. A saudade nunca passará, ela faz parte do nosso amor e da certeza que, um dia, nos encontraremos!

Colaboração de L.T.A.

20 comentários:

  1. Me emocionei com essa linda e triste história! Uma realidade que acontece todos os dias neste mundo do meu Deus. Continue escrevendo, você tem tudo pra chegar a publicar seu próprio livro! Abençoado seja suas mãos que seguram o lápis para nos trazer uma leitura tão real.Beijos Cidália!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, infelizmente, não temos como fugir da realidade. É por isso que temos que curtir a vida da melhor maneira possível. Amém! Beijos querida!

      Excluir
  2. História muito bonita,continue escrevendo,esse livro ainda não teve um fim.Sabe por que?
    Deus não quer que as pessoas sofra mais sim que ela possa dar um final a própria história. Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida, sua opinião é importante para mim. Que bom que gostou! Bjos.

      Excluir
  3. Quanta emoção é por isso que acredito que a felicidade é feita de momentos temos que viver os momentos felizes enquanto podemos tudo é passageiro nesta vida ,nota mil a bela escritora .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida! Concordo com VC, a vida tem que ser vivida com muito amor. Bjos!

      Excluir
  4. Parabéns! você escreve muito bem e tem um grande talento com a poesia, eu aprecio os grandes escritores de histórias bonitas, está história é a mais pura verdade beijo.´
    www.ficarbem.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida! Sua opinião é muito importante para mim. Fico feliz que tenha gostado das minhas histórias. Beijos!

      Excluir
  5. Linda história, adorei e muito bem escrita !
    Venha dar uma olhada no que eu conto no meu blog - https://maiteaissa.wordpress.com/
    te espero lá hein - bjs maite

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida! É gratificante para mim ter sempre uma nova opinião. Bjs, Cidália.

      Excluir
  6. Sinto nesse conto a verdade nua e crua: a mulher está resignada, mas muito magoada e revoltada com os desígnios que a vida lhe trouxe... Sinto que é sobre isso: aceitar o inaceitável, a perda de um grande amor e da felicidade alcançada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é isso mesmo Vera! É difícil aceitar e se conformar com a perda de um ente querido. Bjos!

      Excluir
  7. História linda!! Parabéns pelo blog e o dom da escrita :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, que bom que você gostou!
      Beijos.

      Excluir
  8. Nossa que história emocionante, infelizmente é a realidade de muitas pessoas, temos que valorizar mais a nossa vida e cada momento dela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, temos que viver de maneira intensa, mas sem deixar de dar valor à vida e as pessoas que amamos.
      Obrigada, beijo!

      Excluir
  9. Linda história. Já disse e repito, você tem um lindo caminho pela frente. Logo logo lança um livro hein? Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe, ainda realizo esse sonho?
      Muito obrigada pelo elogio!
      Beijinhos.

      Excluir
  10. Estou acompanhando suas historias e gostando muito, parabéns! beijão #Luma

    ResponderExcluir