domingo, 24 de julho de 2016

A casa ao lado



Todas as noites, de segunda a segunda, no bairro onde mora a dona Lúcia, as noites são  longas. Ninguém consegue dormir antes das duas da madrugada. A vizinhança não sabe mais o que fazer.
Tudo isso, porque, coisas estranhas acontecem na casa vizinha da dona Lúcia. O barulho ensurdecedor começa religiosamente após a meia noite. As risadas, os gritos de crianças, a música no volume máximo se misturam com o latido dos cachorros da vizinhança.
Será que toda noite tem alguém fazendo aniversário? Ou cada dia tem alguma coisa para celebrar? Será que eles não sabem que na vizinhança as pessoas precisam dormir para enfrentar um novo dia de trabalho?
Dona Lúcia sabe que nessa casa, encostada a sua, mora uma família de cinco pessoas. Porém, a partir das 20:00h, outras pessoas começam a aparecer. A rua fica lotada de carros. São jovens vestidos de preto e crianças espalhafatosas. Para dona Lúcia e sua família, parece tudo esquisito.
Esses visitantes não eram sempre os mesmos, constataram os vizinhos depois de muita observação. Alguns voltavam a cada duas semanas e outros frequentavam a casa três vezes por semana. Os demais eram novos que acabavam voltando outras vezes.
Todos da redondeza são da mesma opinião; ficam intrigados com o movimento de gente naquela casa. O bairro era tranquilo até o dia em que aquela família foi morar ali. Há nove meses, o sossego do povo acabou.
Naquela família, composta pelo casal, que beira os quarenta anos e três filhos pequenos, parece que o horário é totalmente diferente dos demais. Enquanto os habitantes do bairro estão levantando para ir ao trabalho ou levar as crianças à escola, aquela família está indo dormir.
Como eles sobrevivem se não saem para trabalhar? Qual o tipo de trabalho que eles fazem? Como têm dinheiro para fazer festa todo dia? O que rola nessas festas? Jogos de cartas? Orgias?
Dúvidas como essas são comuns entre os moradores daquele bairro. Dona Lúcia pensa que aquela casa é apenas uma fachada, que na verdade ali é um clube clandestino. Mas, e as crianças? O que fazem ali?
Depois de tantas noites mal dormidas, dona Gertrudes, uma das vizinhas, depois de ver que a dona Lúcia não tomava nenhuma providência, ligou certo dia e fez uma denúncia anônima.
Quando a polícia chegou, dona Lúcia ficou preocupada, não queria arrumar confusão com ninguém. Ela preferia passar as noites acordada do que ficar mal vista pelos vizinhos.
Naquela noite o silêncio reinou depois que os policiais foram embora. Os moradores puderam dormir tranquilos.
Mas, na noite seguinte, talvez por vingança, a festa começou mais cedo e depois da meia noite o barulho se intensificou. Dessa vez não se ouviu barulho de crianças e nem os parabéns a você.
Eram gritos insanos, música eletrônica e batidas nas paredes. E as crianças onde estavam? Dona Lúcia pensou naquelas crianças. Estariam dormindo? Só se tivessem dopadas! Ela e seu esposo não pensaram muito, dessa vez, ligaram para a polícia e relataram o que estava acontecendo.
Nisso, ouviram um estrondo, parecia barulho de tiro. Dona Lúcia e o marido ficaram paralisados. E lembraram que a polícia estava para chegar e com certeza descobririam o que havia acontecido.
O jeito era eles esperarem bem quietinhos no seu canto. Não eram loucos para enfrentar aqueles vizinhos esquisitos. 
Nessa altura todos os moradores do bairro deveriam estar pensando a mesma coisa!

O que você acha que aconteceu ali naquela casa, naquela noite?

E você já passou por uma situação parecida?
Qual o conselho para dona Lúcia?

 Obrigada pela visita!

Não deixe de ler as outras histórias, acessando  https://contosdacabana.blogspot.com.br


56 comentários:

  1. Ola , Tudo Bem? Adoro o post:)
    Love Open Kloset By Karina
    New Post:https://openklosetfashion.blogspot.pt/2016/07/my-vipme-review.html#more

    ResponderExcluir
  2. Que texto lindo, adorei <3 Confesso que pensei em várias possibilidades e comecei até me assustar com meus pensamentos hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Hahahaha!! Que bom que você gostou!
      💋💋

      Excluir
  3. Caramba! Essa história me prendeu, eu estava quase entrando lá para tentar resolver a situação (rsrs)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkk
      Obrigada, que bom que você gostou!
      💋💋

      Excluir
  4. acho que a Dona Lucia precisa parar de assistir séries

    ResponderExcluir
  5. Caramba que história ,pensei num culto evangélico aqueles que todo mundo grita ao mesmo tempo porque tem criança envolvida , será ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será??
      Obrigada por compartilhar a sua opinião!
      💋💋

      Excluir
  6. Gente, se eu morasse nessa vizinhança, provavelmente já teria me mudado, não aguentaria o barulho todas as noites. Confesso que imaginei varias coisas para esse final e fiquei curiosa para saber o que realmente aconteceu ali.
    Amei o post
    Beijos

    www.blogueiramineira.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário! Pois é, coitados desses vizinhos que têm que aturar tanto barulho.
      Que bom que você gostou!
      💋💋

      Excluir
  7. Carambaa, texto muito bom! Mil pensamentos na mente, hahaha. Adorei ❤ beijinhoss,

    www.compondoestilo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Que bom que agucei a sua curiosidade!!

      Beijinhos.

      Excluir
  8. Parabéns, você escreve muito bem. Adorei o texto, foi uma mistura de sentimentos, curiosidade, medo, esse suspense. Amei!
    Beijos
    vitainsanis.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo elogio!
      Fico feliz que tenha gostado.
      Valeu, beijo!

      Excluir
  9. Fiquei lendo o texto só imaginando tudo que podia acontecer, que loucura!! Mas ficou muito bom o texto, parabéns!
    Beijos,
    Pompom Chic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, era isso mesmo que eu queria, mexer um pouco com a imaginação das pessoas.
      Muito obrigada,
      Beijos.

      Excluir
  10. Nossa que suspense adorei fiquei com vontade de entrar na casa e desvendar o mistério ,parabéns a escritora .

    ResponderExcluir
  11. Nossa estou muito curiosa pra saber o que acontece depois. O que realmente acontece nessa casa? Tenho vizinhos barulhentos, mas nunca precisei chegar ao ponto de ligar para a policia, acho que D. Lúcia esta certa. Beijos https://blogelizangelaaraujo.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já estou pensando na sequencia desta história!!
      Ainda bem, não é? Tem barulho que não incomoda.
      Obrigada, beijo!

      Excluir
  12. Sara J. de Oliveira25 de julho de 2016 17:40

    Li o conto e nunca passei por uma situação como essa. Já que os vizinhos vão dormir pela manhã...aconselho Dona Lúcia de combinar com outros vizinhos para fazerem o mesmo barulho pela manhã. Há pessoas que não possuem o famoso desconfiômetro, não adianta dialogar então... devemos fazê-los provar do próprio veneno rsrs . Horário: 21:38 h.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei da sugestão, seria uma boa vingança!!
      Obrigada pelo comentário!
      💋💋

      Excluir
  13. Nossa! Me passou tanta coisa pela cabeça que sinceramente nem sei dizer,mas eu não aguentaria ficar próximo ao um lugar assim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não aguentaria, onde moro é muito tranquilo.
      Obrigada pelo comentário!
      Beijo.

      Excluir
  14. Onde eu moro tenho uns vizinhos bem parecidos, até os cachorros deles são barulhentos, e as vezes acontece essas gritarias e claro que como uma boa vizinha eu fico curiosa para saber o que acontece kkkk mas nunca ficamos sabendo o pq das gritarias rsrsr acho que nesse meu caso é briga mesmo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkk, deve ser mesmo.
      Tem gente que não sabe conversar, só sabe berrar, rsrsrs.
      Obrigada pela visita!
      Beijo.

      Excluir
  15. Nossa, esse seu post me prendeu. Sério! 😉 Amei. Você escreve muito bem. Parabéns.
    Vou sempre passar por aqui, pois adoro blogs assim.
    Beijinhos

    Pequenamineirinha.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba, que ótima notícia! Será sempre bem vinda.
      Obrigada, beijos!

      Excluir
  16. texto perfeito, você escreve muito bem!! me prendeu a atenção do começo ao fim e eu fiquei querendo mais rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, que bom saber que gostou!
      Todo domingo publico um conto.
      Volte sempre!
      Beijo.

      Excluir
  17. Que texto maravilhoso. Você manda super bem na escrita.
    Me senti extremamente perturbada com a situação, e graças a Deus, nunca passei por nada parecido.
    Continue a escrever. <3
    Beijoooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, gosto muito de escrever.
      Ainda bem, não é mesmo? Não tem coisa pior do que ter vizinhos desse tipo!!
      Ok, obrigada, beijos.

      Excluir
  18. Você escreve muito bem. Parabéns pelo texto! :)

    ResponderExcluir
  19. A frase que mais me chamou atenção foi "Naquela noite o silêncio reinou depois que os policiais foram embora. Os moradores puderam dormir tranquilos.", Poder dormir tranquilo e considerado uma dadiva em meio a estes tempos tão violentos. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade e no caso desses vizinhos a tranquilidade durou pouco.
      Obrigada pelo comentário, beijos!

      Excluir
  20. vizinhos barulhentos é aqui em casa haha. Ai que ódio que me dá quando já passou das 3 da manhã e a música é tão alta que não dá para dormir haha. Adorei o texto. beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem coisa pior! Ainda bem que meus vizinhos são tranquilos, só ouço algum barulho quando tem aniversário ou o time ganha.
      Obrigada, beijão.

      Excluir
  21. Um mistério e penso que ali devem morar uma família degenerada, que usa dogas e recebem gente da mesma laia. Pobres crianças! Precisam de ajuda do serviço social. E os vzinhos devem insistir para se livrarem dessa cambada..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, pode ser mesmo. Concordo com você.
      Obrigada por deixar a sua opinião!
      Beijos.

      Excluir
  22. Sinceramente não sei o que eu faria se morasse ali, também não tenho a mínima ideia do que tá rolando na casa ao lado, mas eu já teria denunciado aqueles vizinhos desde o primeiro mês que foram morar lá, rsrs. Tô curiosa para saber oque aconteceu.
    www.blogselmaanjos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não sei o que faria. Meus vizinhos são tranquilos. Concordo, dona Lúcia esperou demais para fazer a denúncia.
      Obrigada, beijos! ❤

      Excluir
  23. Cidália, estou esperando a continuação desse conto!! Houve tiros no final e fiquei curiosa. Suspense eu adoro! Mas por favor, escreve uma boa sequência. Kkkkkkk!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vera, pode deixar, já estou pensado na sequência.

      Excluir
  24. Imaculada Braz
    Parabéns Cidália pelos contos. Adoro lê -Los e viajar na imaginação. Quanto aos desenhos de Marquinho tive prazer de ver fotos em muros de escola,parabéns pelo seus lindos trabalhos. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Imaculada! Suas palavras me deixam muito feliz. Vou transmitir a ele!
      Beijos.

      Excluir
  25. Parabéns pelo conto simplesmente sensacional. Adorei a sua escrita. Nossa, li esse conto em um instante. A cada nova linha, tinha mais vontade de continuar lendo. Adorei. Embora seja um final inesperado e sem solução achei incrível. Estou indo ler os outros contos. Parabéns e obrigado.

    meuniversolb.wix.com/meuniverso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu é que agradeço pelo comentário! Quando dou asas à imaginação penso, "será que alguém vai gostar?" Sua opinião me motivou a continuar escrevendo.
      Obrigada.

      Excluir
    2. Continua sim. Cidália, seus textos são sensacionais.

      Excluir
  26. Aumente o Número de Visitantes Em Seu Site de Forma Eficiente e Sem Esforço Algum da Sua Parte.Deixe Que Nossos Afiliados Enviem Pessoas Até Seu Site!TESTE GRÁTIS50 VISITAS GRÁTIS PARA SEU SITE AGORA

    ResponderExcluir
  27. rsrs eu li a parte II antes dessa, portanto já sei o que aconteceu rsrs Estão curiosos? Leiam a sequencia e descobrirão. Esses contos estão ótimos e já estou aguardando a parte III

    ResponderExcluir