domingo, 10 de dezembro de 2017

Piscar de olhos



O tempo passou para Naldo num piscar de olhos. Com a pele totalmente enrugada, as dores incomodando-o todos os dias, desde as primeiras horas da manhã, até o pôr do sol, ele lembra de tudo que deixou para trás.

Um dia foi jovem, bonito e teve muitas mulheres. Formou uma família, teve alguns filhos. Porém, virou-lhes as costas. Caiu no mundo para voltar a “aproveitar” a vida, sem cobrança de ninguém.

Por onde andou conquistou os corações de moças de família e de mulheres solitárias.

Morou com algumas delas por períodos curtos. Não conseguia fincar raízes. Sentia-se perdido, injuriado. Preferia ser livre, fazer o que quisesse, sem cobranças.

Como tudo na vida passa e de uma maneira tão acelerada que perde-se a noção, quando Naldo se deu conta, a juventude estava distante. Tão distante, que embora sabendo que quem anda para trás é caranguejo, não lhe restava outra alternativa a não ser relembrá-la.

Teve tudo e ficou sem nada.

Com a vista cansada, ele enxerga as palavras escritas, numa folha amarelada, todas embaralhadas.

UM DIA A MAIS OU A MENOS? 

TODOS O DIAS, DIANTE DO ESPELHO, AO ME BARBEAR, ENCONTRO A IMAGEM DE ONTEM, SEM NOTAR GRANDE DIFERENÇA.

PASSOU-SE APENAS MAIS UM DIA! MAS SERÁ APENAS MAIS UM DIA EM NOSSAS VIDAS? OU UM DIA A MENOS NO TEMPO QUE NOS RESTA?

QUANDO SOMOS JOVENS, É SEMPRE UM DIA A MAIS ATÉ QUE, CERTO DIA, NOS DAMOS CONTA DE QUE AQUELE DIA QUE VIVEMOS FOI GASTO NO CALENDÁRIO DE NOSSA EXISTÊNCIA. 

E MUITAS VEZES O PERDEMOS! EM COISAS FÚTEIS OU DISCUSSÕES DESNECESSÁRIAS. 

ENQUANTO VOCÊ NÃO REVER O ÁLBUM DE FOTOS QUE SUA MÃE GUARDOU, VOCÊ SERÁ O MESMO, QUER TENHA SE OLHADO NO ESPELHO AO SE BARBEAR OU APENAS PARA VER OS SINAIS DEIXADOS PELO TEMPO.

Essa reflexão, escrita num momento de desespero, leva-o a pensar que não adianta se iludir, pintando o cabelo ou fazendo uma cirurgia plástica. Ele sabe que viveu um dia a mais e tem um dia a menos para viver.

Para Naldo o tempo desperdiçado não volta mais, ele está ciente do que deixou para trás. Sabe que não pode corrigir seus erros. Ele abandonou sua família para viver sozinho. Fez a sua escolha. Precisa, agora, arcar com as consequências da vida.

Quando as pernas não aguentarem mais caminhar, chegará o momento de procurar uma casa de repouso. Falta pouco para isso acontecer, os pés já estão sendo arrastados pelo chão.

Os anos acumulados sobre as costas deixaram cicatrizes no corpo e na alma. Ele foi uma pessoa errante. Foi egoísta, intolerante, machista e soberbo. 

Não há nada que possa fazer para se redimir dos pecados cometidos. Não pode mais voltar atrás no tempo para pedir perdão àqueles que abandonou à própria sorte. Só pode pedir perdão a Deus! 

As lamúrias agora fazem parte da sua rotina. Não pode e nem quer esquecer o passado. As lembranças, mesmo sendo tristes, são tudo o que lhe resta. 

Se pudesse voltar no tempo, faria tudo diferente? Não sabe responder, pois quando se é jovem e tem a vida pela frente, não perde tempo pensando no futuro. Quando se é jovem, quer viver intensamente o presente. 

Com a idade avançando aceleradamente, Naldo  continua sem se preocupar com o futuro, pois só lhe resta pensar no que acontecerá naquele momento. O que tiver que ser, será! Ele não sabe se estará vivo no dia seguinte. O futuro a Deus pertence!

Os anos agora são contados por ele em dias! 

Gratidão pela visita!!

Cidália 💋💋

PS: Se gostou do texto deixe um comentário.


66 comentários:

  1. Bom dia, como vai? Que belo texto, e realmente mostra a nossa realidade que com um piscar de olhos já ficamos bem velhinhos, percebo isso quando vejo as crianças que eu vi nascer e que hoje ja estão estudando e namorado,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, tudo bem!
      Muito obrigada pelo comentário, fico feliz sabendo que você gostou!!
      Feliz Natal!

      Excluir
  2. Costumo pensar que a vida é um sopro e as vezes temos tanta ânsia em viver que passamos apenas existir e cá entre nós, "aproveitar" a vida sem criar raízes ou coisas parecidas não é viver. Um texto maravilhoso e tocante, parabéns.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou!!
      Muito obrigada pelo comentário!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  3. Quem dera pudéssemos olhar a vida quando ainda jovens com essa sabedoria. A vida passa num piscar de olhos e somente permanece aquilo que foi conquistado com verdadeiro amor. Muitos ao envelhecer tem a sorte de ter ao seu lado pessoas que o respeitam, infelizmente muitos vivem jogados em asilos, solitários esperando os anos que lhe restam. Texto maravilhoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo comentário, amei suas palavras!! Pois é, infelizmente é uma triste realidade.
      Feliz Natal!!

      Excluir
  4. Maravilhosa reflexão que você trouxe, a velhice chega para todos, não adianta a gente pintar os cabelos, fazer cirurgia plástica, quando chega a idade ela vem. Temos que fazer igual o Naldo não se preocupar com o futuro, o que tiver de ser será, excelente mensagem para pensar, bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo comentário!! Fico muito feliz sabendo que você gostou da reflexão!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  5. Que texto maravilhoso! Me lembrou muito a história do meu avô, que agiu igualzinho ao personagem deste conto. Algumas vezes fiquei pensando como ele também, se o dia vivido foi um dia a mais de vida, ou um dia a menos em nossa existência. Realmente gostei, é muito reflexivo!

    Um beijo, Pri 😘

    Por Amor aos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo comentário!! Que bom que você gostou da reflexão e que a fez lembrar da história do seu avô.
      Feliz Natal!!

      Excluir
  6. olá , tudo bem ? me peguei a pensar no assunto, quando completei 40 anos. que a vida estava a passar , que a metade ou mais já tinham ido, a verdadeira crise dos 40" . Mais isso foi bom , me fez refletir como aproveitar . Amei seu texto e me fez refletir e relembra um momento meu. Bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem!!
      Obrigada pelo depoimento, que bom que você gostou da reflexão!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  7. Olá. Naldo deixa uma lição de vida, é comum passarmos pelas experiências sem senti-las verdadeiramente. E tudo se torna especial depois que passa. Isto é horrível. Os anos contados em dias... amei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Obrigada pelo comentário, fico feliz sabendo que você gostou do texto!!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  8. Esse texto me fez chorar pois achei muito parecido com uma pessoa que conheci.infelismente Naldo não pensou que um dia seria um idoso sozinho e solitário tentando reconquistar os filhos . Parabéns Cidália , mais um belo texto adorei .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou da reflexão!! Obrigada pelo comentário!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  9. Que belo texto! Nos ajuda a refletir sobre como vemos a vida, assim como o modo como a vivemos. Achei ótimo o texto e fiquei algum tempo aqui pensando sobre isso.

    Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba, que bom que você gostou do texto!!
      Obrigada pelo comentário!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  10. Olá
    Texto interessante porém não concordo em um ponto acho que sempre é tempo de se arrepender, de pedir perdão e de viver. Afinal somos almas milenares andando por esse mundo de DEus e acredito que sim sempre há tempo.
    Beijo
    Raquel Machado
    Leitura kriativa
    Http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Concordo com você, só que algumas pessoas, talvez por orgulho, preferem se recolher no seu mundo particular. Mesmo se arrependendo dos seus atos não buscam pelo perdão.
      Obrigada pela opinião!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  11. Olá que texto maravilhoso meu Deus.
    Parabéns.
    Beijos da Tati <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, que bom que você gostou!!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  12. Amei a reflexão que você trouxe!
    É importante sempre fazer coisas boas ao longo da nossa caminhada para que no futuro tenhamos uma velhice tranquila. Não só em boas ações mas com cuidados relativos a saúde mental e física. Ótimo texto!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo comentário!! Pura verdade!! Muito obrigada!
      Feliz Natal!!
      Beijinhos!

      Excluir
  13. Olá, tudo bem?
    Linda reflexão! Naldo não deu valor as pequenas coisas da vida e infelizmente, temos muitos outros Naldos por aí. Nós devemos aproveitar a vida sim, mas podemos fazer isso com alguém do nosso lado, certo? E é mil vezes melhor.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem!!
      Muito obrigada pelo comentário! Sim, com certeza, é bem melhor!!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  14. Bela reflexão. Muitas vezes passamos por situações em que estamos muitas vezes focados no presente, enquanto o nosso futuro é moldado sem nenhum comprometimento. Parabéns pelo texto. Me fez pensar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber que você gostou da reflexão!! É verdade!
      Obrigada pelo comentário!!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  15. Não saberemos nunca se somos um "Naldo" até chegar a nossa hora... as decisões na nossa vida são tomadas baseando-nos no momento, nas condições do presente, no que sabemos e no que desejamos. Porém, se olharmos à nossa volta é possível aprender com as gerações anteriores. Uma coisa é certa, amar os outros e fazer o bem é coisa de que nunca nos arrependeremos...
    Beijinhos e obrigada pela reflexão, tão importante nesta época natalícia...

    Susana [Avenida Chique - https://www.avenida-chique.com]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, concordo com suas palavras! Amei o seu comentário!!
      Muito obrigada!! Feliz Natal!

      Excluir
  16. Olá! Que texto mais lindo, uma ótima reflexão.
    Com certeza não nos damos conta do quão rápido o tempo passa.
    Adorei.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Oba, que bom que você gostou do texto!
      Obrigada!! Feliz Natal!!

      Excluir
  17. Olá, tudo bem? Nossa, que texto incrível, e além de maravilhoso nos traz uma ótima reflexão. Parabéns!!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem!!
      Que bom que você gostou da reflexão!
      Obrigada!! Feliz Natal!!

      Excluir
  18. Oi, tudo bem? Texto de uma reflexão muito profunda sobre a vida. Quando mais novos, vivemos o imediatismo, mas na velhice colhemos os frutos dos amores que cultivamos ou não. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem!
      Muito obrigada, que bom que você gostou do texto!!
      Feliz Natal!

      Excluir
  19. Pois é.. chegando ao fim de mais um ano esse tipo de reflexão nos vem à tona. Esse mês já parei pra pensar no tanto que aconteceu até aqui e no tanto que deixei de fazer. Que saibamos aproveitar melhor nosso tempo, viver experiências que nos acrescentem mais à nossa vida e nos tragam boas lembranças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo comentário!! Gostei bastante do seu depoimento!!!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  20. Olá!
    Adorei seu texto. Ótimo para refletir e ainda conversar sobre o assunto. Acho que estamos em constante aprendizado, mas acredito que todos erram e tem direito de se arrepender e recomeçar a trilhar seu caminha colocando a vida de volta nos trilhos.
    Nada como um dia após o outro para prosseguirmos.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Muito obrigada pelo comentário! Fico feliz sabendo que você gostou da reflexão!! Sim, é verdade, nada como um dia após o outro!
      Feliz Natal!

      Excluir
  21. Poxa, Cidália... Amei seu texto. Muito reflexivo. É verdade, o tempo passa. Temos que fazer cada segundo valer a penas. Como diz uma música da Sandy: "Já é quase meia noite, quase sexta-feira e me falta tanto ainda"... Pena que o Naldo não aproveitou adequadamente e passa seus últimos dias culpado e pesaroso. Façamos diferente! Muito sucesso aqui. Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber que você gostou do texto!! É isso mesmo, façamos diferente do Naldo!
      Obrigada pelo comentário, um beijo!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  22. Tem um trecho da música da Pitty que diz: "Esse pode ser o último dia de nossas vidas, ultima chance pra fazer tudo ter valido a pena. Diga sempre tudo o que precisa dizer, arrisque mais, pra não se arrepender". Devemos viver com foco e mais amor, sem amor não tomamos proveito de nada senão o dia acaba e não teremos mais tempo para recuperar o que foi perdido. Texto lindo, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que belo seu comentário, amei o trecho da música da Pitty!!
      Muito obrigada, que bom que você gostou do texto!
      Beijos!!
      Feliz Natal!

      Excluir
  23. Um texto reflexivo não só para Naldo mas para todos nós. Precisamos valorizar o nosso presente da melhor maneira possível pois o tempo é implacável, passa depressa demais e quando se vê , o que fizemos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a mais pura verdade, Vany! Quando olhamos para trás costumamos dizer, "parece que foi ontem"!!
      Obrigada pelo comentário, beijos!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  24. Olá!
    Um texto bem reflexivo e que nos faz pensar de como a vida passa rápido e simplesmente por sermos jovens não percebemos.Tenho medo de pensar no futuro então penso no agora e tento possível para viver esse momento,pois não sei o que acontecerá depois.
    Parabéns pelo texto.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Sim, quando jovem queremos que o tempo passe rápido para completarmos dezoito anos. Depois dos dezoito, quando nos damos conta, já estamos sentindo saudades da adolescência. O importante é viver a vida com amor!
      Obrigada pelo depoimento!! Beijos!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  25. Bastante reflexivo esse texto. Se eu pudesse voltar no tempo eu gostaria de mudar algumas coisas, mas sempre bate aquela dúvida de se não fosse como foi as coisas hoje seriam tão mais diferentes? Eu acho que cada erro foi um passinho a mais para aprender e não voltar a cometê-los, mas o aprendizado é doloroso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, muitas vezes o aprendizado é doloroso, mas penso que talvez ele tenha sido necessário para o amadurecimento.
      Muito obrigada pelo depoimento, beijos!
      Feliz Natal!!

      Excluir
  26. Oi!
    Que texto, hein!! De vez em quando me pego pensando no futuro, na velhice, mas sei que isso a Deus pertence, devemos aproveitar ao máximo a nossa vida, de maneira consciente e aproveitando as coisas boas que ela oferece!
    Ótimo texto para refletir!

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!!
      Obrigada pelo comentário! Sem dúvida!! Que bom que você gostou do texto!
      Beijos!!
      Feliz Natal!

      Excluir
  27. Nossa, que texto incrível! É muito bom quando lemos um texto com essa temática, pois nos faz refletir bastante sobre o nosso presente e futuro, se o que estamos fazendo é certo e quais serão as consequências da nossas escolhas. Ótimo texto, bjss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Jennifer, fico feliz sabendo que você gostou do texto!!
      Feliz 2018!!

      Beijos!

      Excluir
  28. Que beleza de texto, mostra bem como a vida passa em um piscar de olhos mesmo, por isso é importante sempre viver o presente, o momento e aproveitar. A idade deve ser bem vida, e não um fardo.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou do texto, Rose!! Obrigada pelo comentário!

      Feliz 2018!!
      Beijos.

      Excluir
  29. Olá!
    Cada texto que vejo aqui é uma reflexão diferente e cheia de sentimento! Parabéns!
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lucy!
      Muito obrigada pelo carinho!!

      Beijos, feliz 2018!

      Excluir
  30. Olá Cidália,
    Adorei sua postagem e achei ela extremamente reflexiva. Eu acho que muito diferencia-se na forma como pensamos na vida. Eu penso que é mais um dia vivido, mais uma experiência ganha. Não gostaria de mudar nada no meu passado, pois ele me moldou para o que sou hoje, sabe? Acho que as pessoas precisam refletir mais sobre isso, seriam mais felizes.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bruna, que bom saber que você gostou do texto!! Obrigada pelo comentário!

      Feliz 2018, beijos!

      Excluir
  31. Oi, Cidália ^^
    Gostei do conto. Bem realista. Quantas vezes em nossa infância não fomos xingados por aqueles idosos da vizinhança ora por fazermos barulho ora por existirmos.
    Agora, adulto me pego pensando se eles tinham de fato algum problema conosco ou só queria ter nossa juventude novamente para aproveitar o dia-a-dia inocentemente.
    Não acho errado ter o pensamento carpe diem, mas é bom tê-lo com um pé no futuro. Se preparando para evoluir e nunca retroceder.
    Outro ponto que o seu conto levanta e que me trouxe reflexão é o fato das pessoas se isolarem e ficarem presas em seus pensamentos ignorantes. Querendo ou não é dai que o preconceito nasce, é uma das portas. Quando não temos contato com outras pessoas de outras visões será que de fato estamos sendo honestos? Estamos mesmo certos em nossas opiniões?
    Um ótimo texto para leitura de fim de ano. Parabéns pelas palavras, Cidália. ^^
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo comentário, Bruno!! Sua opinião é muito importante para mim! Que bom que você gostou do que leu!!

      Feliz 2018, abraços!

      Excluir
  32. Adorei o texto. Achei bem verdadeiro e direto. Todo jovem vive com um dia a mais e quando mais velhos, com um dia a menos. Isso é muito verdadeiro. E as consequências implantadas nessas frases, são mais profundas ainda. Parabéns!
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber que você gostou do texto, Tammy!!
      Muito obrigada pelo comentário!

      Feliz 2018, beijos!

      Excluir
  33. Apenas te digo uma coisa: essa crônica bateu fundo e eu... chorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Vera, pelo comentário!!

      Feliz 2018!
      Beijos ❤

      Excluir